Pesquisar este blog

codigos blog

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Seguidores e seguidos!

27 agosto 2012

O Autista...


aqui o Willian estava enxugando a louça por vontade
 própria, se levantou pegou o pano de prato e começou a secar pratos
e panelas isso se deu  após ele ter  assistido um dvd educativo.
O autista, qualquer que seja seu grau de comprometimento, precisa do amor de sua família. É claro que terapeutas, médicos e outros profissionais e tratamentos, são muito importantes para seu desenvolvimento e qualidade de vida. Mas o amor é essencial e a melhor forma de comunicação com ele. Já está comprovado que crianças autistas que têm o amor e a paciência da família apresentam resultados muito mais rápidos nos tratamentos que fazem. Por isso, toda política inclusiva, seja na escola, nos estabelecimentos de saúde e outros, deve incluir sempre o atendimento e a participação da família.

Sei que o autista em vários momentos grita muito. Mas vejo que há autistas que gritam muito pouco. 

O autista não sabe se comunicar, mas nem por isso deixa de vivenciar sentimentos como medo, insegurança perante o novo, perdas etc. Os gritos e o espernear são tentativas desesperadas de comunicação. Esta fase passa. Não bata na criança, pois não ajudará e ainda vai prejudicá-la. Seja firme na sua comunicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi seja bem vindo (a) fike a vontade e deixe seu comentário e seu link para que eu te visite também abraçoss