Pesquisar este blog

codigos blog

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Seguidores e seguidos!

15 setembro 2011

Mãe de autista cria página online

 

"Esta página é 'movimentada' principalmente pelos pais, formando uma plataforma de troca de conhecimentos e experiências demonstradas pelos autistas."

    • "Esta página é 'movimentada' principalmente pelos pais, formando uma plataforma de troca de conhecimentos e experiências demonstradas pelos autistas."

A "Autismo Pais em Rede", uma página no Facebook, surgiu da necessidade de uma mãe em saber mais e procurar mais informações sobre a doença do seu filho.

A "Autismo Pais em Rede" é uma página no Facebook que serve para a divulgação de problemas relativos ao autismo.

Quando o filho de Anésia Araújo nasceu, a informação nos Açores sobre o autismo era praticamente inexistente, mas esta mãe nunca desistiu de procurar todos os dados. Hoje em dia, com 15 anos de convívio diário com o autismo, Anésia Araújo passa a palavra aos pais que convivem com o mesmo problema e agradece-o à psicóloga Susana Pratas, que a incentivou a partilhar e avançar com este projecto, que hoje é visitado por pessoas de muitos países.

"O autismo é uma alteração cerebral, uma desordem que compromete o desenvolvimento psiconeurológico e afecta a capacidade da pessoa comunicar, compreender e falar, afecta o seu convívio social", explica. "O autismo infantil é um transtorno do desenvolvimento que se manifesta antes dos três anos de idade, umas vezes mais cedo ou até mais tarde, e pode variar do mais severo ao mais moderado. Depois existe também o Transtorno Desintegrativo do Desenvolvimento, que difere do autismo infantil por se evidenciar somente depois dos três anos de idade. O autismo atípico surge mais frequentemente em indivíduos com deficiência mental profunda e em indivíduos com um grave transtorno específico do desenvolvimento da recepção da linguagem. Por ainda não ter uma causa específica definida, é chamado de síndrome (ou conjunto de sintomas) e como em qualquer síndrome, o grau de comprometimento pode variar do mais severo ao mais brando e atinge todas as classe sociais, em todo o mundo", conta esta mãe.

"A 'Autismo Pais em Rede' é uma página no Facebook que serve para a divulgação de problemas relativos ao autismo. Esta mesma página é 'movimentada' principalmente pelos pais, formando uma plataforma de troca de conhecimentos e experiências demonstradas pelos autistas", explica.

"A página foi criada em Dezembro de 2010 e surgiu como forma de arranjar respostas para o esclarecimento de algumas dúvidas na evolução do autismo, transmitidas por pais e amigos", afirma Anésia Araújo, realçando que o facto de ser uma açoriana a criar esta "rede", "tem alguma importância, mas o importante é a divulgação de problemas deste género, independentemente da origem destes, ou de quem criou o espaço".

"A adesão dos utilizadores e seguidores do espaço tem sido esplêndida", afirma, para completar que "a página é movimentada ao máximo, diariamente, com muita informação, actualizada, e muitas respostas às questões lá colocadas". "Tem servido o propósito para o qual foi criada", conclui.

Seguidores e difusão são enorme ajuda

"A única maneira de ajudar a nossa página é continuando com a adesão, a partir dos seguidores. Quantas mais dúvidas, questões e respostas mais conhecimento e desenvolvimento adquirimos perante o autismo", diz. Em forma de apelo e conclusão, Anésia Araújo diz: "Todos nós, juntos, movemos o amor pelos nossos filhos. Temos de mostrar ao mundo como eles são amáveis e como podem ensinar a aceitação, a verdade, a persistência e a igualdade na diferença. Continuemos pais, famílias e amigos e vamos todos em rede tentar mostrar ao nosso País o empenho que temos na inclusão dos nossos filhos tão especiais".

Mais informação em:
http://www.facebook.com/profile.php?id=100001931161973


Fonte:Expressodasnove

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi seja bem vindo (a) fike a vontade e deixe seu comentário e seu link para que eu te visite também abraçoss